Quem manda?
Myla e Goty

De onde?
Cidade Maravilhosa

Quer saber mais?
Perfil
Biografia

Colaboradores?
Aldrato Cidao
Pal Lo Coelio
Rufi0
Sniper

Colunas?
enSANamentos
Vida Irônica
Words are not enough
Blast The Speakers
Cozinhe com Mylouca

Entrevistas?
Heart
Aldrato I
Archangel
Aldrato II

Testes?
Que SMJ você é?

Especias?
Templo do Cidão

Blogs?
Acredite se quiser...
Bard's Odyssey
Cachaçaria Blog
Caelrioca
Campos Elísios
Casa da Mocinha
Firestarter
Intimate Hell
kurati in japan
Light Girl
MakoBlog
Mari
O Putz!
Pararimateia
Patsy Plus
Personal Details
Stargazer
V1rtu4l 3uc4lyptus
Tá certinho?
Where is my mind?
whispers in my head
Links?
e-lustr@
Myla's fotolog
Ntcha! Layouts
Asian Prince
Cael Indica
e-Pipoca
Herói
Insomnia Cafe
Kermit - Caco, o sapo
Omelete
P2Reef
Spider-Man
Titita Tititu
Weak Hearts

E mais
Layouts
Arquivos
Blogger.com



Créditos
Mariana e Google



Free Counters
Calorie Counter



sábado, novembro 08, 2003
Hora local: 03:13 !


Sósias


O famoso missionário R. R. Soares


Reverendo Lovejoy

por Goty
>> Comments:

_____________________________________
quinta-feira, novembro 06, 2003
Hora local: 02:03 !


Matrix Revolutions, sem spoilers



É fato que o publico dos dias de hoje, em geral imbecilizado pela tv aberta ou pela mídia em geral, năo gosta muito de pensar. Seja onde for: vendo um filme, lendo um livro, ou até uma tirinha de jornal, ele já quer tudo mastigadinho, mal acostumado que foi. Pior ainda quando vai ao cinema assistir um blockbuster super-divulgado, esperando ver um filme de açăo ininterrupta e descerebrada tipo Bad Boys 2 e similares.
Quem for assim, é melhor nem chegar perto de Matrix Revolutions (afinal, já deve ter se decepcionado com Reloaded ou quem sabe até com o primeiro). É claro que as cenas de açăo estăo lá, algumas sequęncias realmente săo de tirar o fôlego, e aquele tom exageradamente filosófico como a conversa do Arquiteto é bem menos notado nessa última parte. Mas quem for esperando ver tudo devidamente esclarecido timtim por timtim vai cair do cavalo, como os camaradinhas espertos do site Heroi. Quando năo acham a explicaçăo debaixo do seu nariz, preferem acreditar que ela năo existe e que tudo é um amontoado de coisas sem nexo, para năo perder a pose. As respostas estăo todas lá, podem crer, só que mais sutil do que o esperado. Também discordo que o final tenha seguido alguma obviedade. Parece ser o tipo de comentário de gente que já foi assistir com má vontade mesmo (ou eles tem seus oráculos particulares?). Evidente que uma coisa ou outra ainda vai dar muita discussăo - como a identidade da menininha Sati, e văo surgir várias visőes e interpretaçőes diferentes, mas que a lógica existe, existe. Basta prestar atençăo e pensar, coisa que muita gente năo gosta mesmo de fazer. E depois discutir com os amigos suas teorias insanas, o que é sempre divertido.


Mesmo quem junte os cacos, os encaixe perfeitamente e ainda continue năo gostando do resultado da trilogia Matrix, ao menos deve reconhecer que só o fato de um blockbuster super-comercial levantar tanta discussăo e exigir do raciocínio do público já vale um aplauso. E se os críticos hoje torcem o nariz (caso Matrix fosse iraniano e underground eles aplaudiriam), me arrisco a dizer que daqui a uns 10, 15 anos, o filme pode ser bem mais respeitado e quem sabe até exaltado pela crítica. Năo seria a primeira vez: clássicos como Blade Runner, 2001 e Laranja Mecânica também já tiveram seus dias de pedradas dos “entendidos”, e hoje săo endeusados. Mas gostando ou năo, isso pouca importa pelo menos para 3 segmentos: Os Irmăos Wachowski, que ganharam fama, dinheiro e prestígio em Hollywood; a Warner, que encheu mais ainda os cofres já abarrotados; e toda a imensa legiăo de făs ou nerds em geral, que tęm material suficiente para passar anos e anos discutindo e anotando novos detalhes sobre a trilogia, além de organizarem suas próprias palestras, encontros e convençőes filosóficas!


Seraph é estiloso mesmo. todos deveriam ter um bonequinho dele na estante.

por Goty
>> Comments:

_____________________________________